Salieri

Antonio Salieri nasceu em Laegnago, Verona, em 18 de agosto de 1750. Quando estudava em Veneza conheceu Gassman, ex-mestre de capela do imperador, que o levou para Viena, lhe ensinou composição e o apresentou a Metastásio. Foi compositor da corte e diretor da ópera e depois, mestre de capela do imperador. Deslocou-se para Paris, Milão, Veneza e Roma para as representações das suas óperas, foi amigo de Haydn e professor de Schubert.
Embora fosse bom e generoso, afirma-se que recorreu à intriga vil junto do imperador para eliminar o perigoso rival que era Mozart; foi mesmo acusado de ser o responsável pele morte deste (suspeita cujo caráter absurdo foi reconhecido pouco depois). Salieri morreu em Viena, em 7 de maio de 1825.
Escreveu 33 óperas italianas (entre as quais se conta a excelente ópera-bufa La grotta di Trofonio), 3 singspiele alemães, 4 óperas francesas, cantatas, oratórios (entre os quais Le jugement dernier), 6 missas, motetos, obras instrumentais.