Santoro

Claudio Santoro nasceu em Manaus, em 23 de novembro de 1919. Compositor e violonista brasileiro, de ascendência estrangeira, estudou em São Paulo e mais tarde em Paris. Morreu em Brasília, em 27 de março de 1989.
Nas suas primeiras obras mostrou-se seguidor de uma linha dodecafônica que mais tarde viria a abandonar, voltando para as correntes nacionalistas. Das obras que escreveu destacam-se 3 sinfonias, sonatas para violino solo e para piano e violino, peças para piano, música de câmara variada da qual constam duos, trios, quartetos, peças concertantes e peças para orquestra. Algumas das suas obras mereceram prêmios em concursos internacionais.