Titelouze

Jean Titelouze nasceu em Saint-Omer, em 1563. Era descendente de uma família de músicos radicada em Saint-Omer, desde o início do século XVI. No colégio dos jesuítas de Douai, onde se supõe que tenha estudado, esteve, provavelmente, em contato com músicos católicos ingleses emigrados, que lhe teriam dado a conhecer a arte dos grandes virginalistas e organistas do seu país, cuja influência se nota na sua obra; é até possível que tenha conhecido Bull, Philips e Dowland.
Por outro lado, formou-se certamente na disciplina dos polifonistas franco-alemães, mas ignora-se quem foram os seus mestres diretos. Nomeado em Rouen, organista da igreja de São João (1585) e depois da catedral (1588), adquiriu grande reputação como improvisador. Titelouze morreu em Rouen (França), em 25 de outubro de 1633.
A sua arte, um pouco austera, mas com uma grande nobreza e uma admirável perfeição de escrita, tem origem no estilo contrapontístico tradicional, no espírito do moteto. Escreveu 2 grandes coletâneas para órgão (Hymnes avec les fugues et recherches sur leur plain-chant e Magnificat ou Cantiques de la Vierge), várias missas, diversas obras vocais.