Traetta

Tommaso Traetta nasceu em Botonto, Bari (Itália), em 30 de março de 1727. Foi aluno de Durante no Conservatório Santa Maria di Loreto, em Nápoles. Depois do êxito da sua primeira ópera, Farnace, em 1751, a sua reputação estendeu-se a toda Europa. Foi, sucessivamente, mestre de capela do duque de Parma (1759-1768), diretor do Conservatório do Ospedaletto em Veneza (1765-1768), mestre na corte de Catarina II da Rússia, em substituição de Galuppi (1768-1775).
Em seguida, viveu dois anos em Londres, onde não pode lutar contra o seu rival Sacchini, solidamente implantado, porque a sua saúde e o seu gênio haviam sido duramente afetados pelo clima russo. Traetta morreu em Veneza, em 6 de abril de 1779.
Grande músico, muito inteligente, dotado de um sentido dramático digno de Gluck, Traetta é hoje em dia, injustamente inorado. Escreveu 40 óperas, um oratório (Salomão), um Stabat Mater, cantatas, árias.