Wellesz

Egon Wellesz nasceu em Viena (Áustria), em 21 de outubro de 1885. Aluno de G.Adler (musicologia) e de Schönberg (composição), ensinou história da música na universidade de Viena (1913-1938) e na universidade de Oxford (a partir de 1939). Para além da influência de Mahler, Schönberg e Debussy, os seus trabalhos de musicologia (especialmente sobre a ópera do século XVII e sobre a música bizantina) marcaram a sua atividade criadora. Em 1939, foi viver na Inglaterra, dividindo o seu tempo entre a musicologia, a composição, o ensino, e as viagens de conferências. Wellesz morreu em Oxford (Inglaterra), em 9 de novembro de 1974.
Ao contrário dos outros alunos de Schönberg, não adotou a técnica dodecafônica; mas fez a síntese dos melhores elementos recolhidos nas obras, onde conseguiu uma excelente estilização da ópera barroca, com os seus coros, os seus bailados pantominas e as suas árias com vocalizos.
Obras: 6 óperas, 4 bailados, obras corais, 9 sinfonias, um concerto para piano, 7 quarteto para cordas, melodias (com acompanhamento de piano, de conjuntos instrumentais ou de orquestras).