Banda Sinfônica de Santa Cecília de Niterói

Criada em 22 de novembro de 1984, para apresentações em cerimônias e festas oficiais, a Banda Sinfônica Santa Cecília de Niterói é, desde então, regida pelo maestro José Bernardo de Souza. Em outubro de 2002, ganhou novos instrumentos e nova estrutura para ensaios.
Em março de 2004, recebeu novos instrumentos doados pelo Ministério da Cultura e adquiridos pela Fundação Municipal de Educação e pela Secretaria Municipal de Cultura. Desde então passou a ser denominada Banda Sinfônica Santa Cecília de Niterói.
Os novos instrumentos possibilitam a execução de peças de repertório erudito, como aberturas, sinfonias, ballets, entre outras, transformando a Santa Cecília na primeira banda sinfônica oficial de Niterói.
Sob a regência dos maestros José Bernardo de Souza, Josué Moreira Campos e Rafael Félix e Souza, os 40 integrantes atuais tocam clarinetas, saxofones, trompetes, trombones, trompas, tubas, bumbos, pratos, oboés, flautas, tímpanos e violoncelos.
Com repertório diversificado, a Banda Sinfônica Santa Cecília de Niterói vai do bolero à valsa, passando por músicas dos anos 60, cantigas de roda, hinos, dobrados, marchinha e música popular brasileira e adaptações de peças orquestrais.
A banda mantém intensa agenda. Além das apresentações quinzenais no Terminal Rodoviário João Goulart, no Centro de Niterói, o grupo vem visitando escolas municipais para ensinar o canto correto do Hino Nacional.

O atual enfoque privilegia a banda, que de antiga coadjuvante em solenidades oficiais passa a ser a protagonista, atraindo para si a atenção de estudantes, idosos, donas de casa, trabalhadores na volta para o lar - como acontece, por exemplo, nos finais de tarde em que a banda se apresenta nas dependências do movimentado terminal de ônibus João Goulart, no Centro de Niterói, por onde passam diariamente centenas de milhares de pessoas.