Resumindo o Barroco: da homofonia à polifonia

Os gêneros típicos da música barroca são a ópera, o concerto grosso, a suite e a cantata sacra.

Sob um prisma estritamente musical, a música barroca se caracteriza pelo caráter polifônico da música de Bach e de Handel, apesar de que nem toda a música barroca foi polifônica. No início do Barroco, a música foi homófona na ópera monódica de Monteverdi.

No Barroco do século XVII, a melodia torna-se independente do coro, passando a ser expressão de situações dramáticas e sentimentos humanos; é a ópera. Por outro lado, a polifonia entra em decadência. Surge a música com harmonia "vertical", apoiada no baixo-contínuo, mas sem normas de arquitetura tão seguras como para a polifonia vocal. É o caos, do qual Bach e Handel emergem pela volta à polifonia, no começo do século XVIII.