Ricardo Ballestero

Nascido em São Paulo, Ricardo Ballestero tem dedicado os seus estudos e a sua carreira à arte do acompanhamento, música de câmara e co-repetição vocal. Atuou como professor-visitante na Universidade do Colorado-Boulder, onde lecionou dicção para cantores, repertório vocal, além de ter sido o preparador musical das produções de ópera.

A partir de setembro de 2003, passou a ser pianista/co-repetidor do Studio da Houston Grand Opera. Ballestero completou o seu Doutorado em Acompanhamento e Música de Câmara na Universidade de Michigan, onde estudou com o renomado pianista Martin Katz. Obteve o seu Bacharelado em Piano pela Universidade de São Paulo na classe do pianista Gilberto Tinetti.

Realizou seus estudos de Mestrado em Acompanhamento e Co-Repetição pelo Westminster Choir College, onde estudou com Dalton Baldwin. Ballestero recebeu vários prêmios no Brasil, incluindo o de melhor pianista-acompanhador no Prêmio Eldorado de Música (1995).

Ballestero tem se apresentado em recitais com os cantores Margaret Lattimore, Josepha Gayer (Metropolitan Opera), Luretta Bybee (New York City Opera), Nicholas Phan (Houston Grand Opera), Elem Eley (vencedor da Joy in Singing Competition, New York), Adélia Issa, e com o famoso violoncelista dinamarquês Erling Blöndal-Bengtsson. Tem colaborado com músicos das orquestras sinfônicas de Baltimore, Puerto Rico, São Paulo e da Ópera de Frankfurt. Tem se apresentado em recitais em Nova York, Filadélfia, Detroit, Denver, Princeton, Michigan, Vermont, Florida, São Paulo, Brasília, entre outros locais.

Acompanhou aulas de músicos como Shirley Verrett, Lorna Haywood, Zehava Gal, Nico Castel (canto), Paul Kantor (violino), e Stuart Sankey (contrabaixo). Participou de masterclasses dirigidas por Grace Bumbry (canto) and János Starker (violoncelo).

Trabalhou como pianista regular do Coro Masculino da Universidade de Michigan, e colaborou com o Westminster Symphonic Choir na preparação do oratório Elias, de Mendelssohn, executado junto à Orquestra de Filadélfia, sob a regência de Wolfgang Sawallish. Ricardo foi pianista oficial da Sphinx Strings Competition (2000) e trabalhou como pianista das aulas de canto e regência no Festival de Campos do Jordão (1995, 1997 e 2001).

Junho de 2006.