Ars Antiqua

SINE SCIENTIA ARS NIHIL EST

Fascinados pela beleza e a riqueza da música européia anterior ao século XVIII, um grupo jovens músicos fundou o ARS ANTIQUA, em 1978, no México. Hoje o grupo é um dos com a trajetória mais sólida e duradoura no âmbito da música antiga em todo o México.

Durante todo este tempo, tem se mantido fiel à proposta inicial que é recriar a música antiga mesclando ecleticamente a investigação com a imaginação criativa do intérprete atual. O ARS ANTIQUA é formado por músicos profissionais que simultâneamente desenvolvem sua própria atividade concertística como solistas convidados por diversas entidades musicais.

O grupo é dirigido por Eduardo Arámbula e já viajou por grande parte da República Mexicana, tendo também participado de festivais internacionais em outros países como Suíça, França e Bolivia. Estando pela primeira vez no Brasil, nesta 14º edição do Festival Internacional de Música Colonial Brasileira e Música Antiga, o ARS pretende comemorar seus 25 anos de existência.