Brasilessentia Grupo Vocal

O Brasilessentia Grupo Vocal formou-se em 1993 com o objetivo de interpretar e difundir, nacional e internacionalmente, a música brasileira dos períodos
colonial e imperial (séculos XVIII e XIX).

Amparado por pesquisas musicológicas recentes o grupo
gravou os CDs André da Silva Gomes (Paulus/1994), Música do Brasil Colonial (Paulus/1995), Música do Brasil Colonial/Compositores Mineiros (Paulus/1997)
e Música na Catedral de São Paulo (Paulus/1999) com obras pertencentes ao acervo da Cúria Metropolitana de São Paulo.

Realizando inúmeros concertos nos principais eventos musicais de São Paulo (capital e interior) e viajando seguidamente para as cidades históricas de Ouro Preto e Mariana, apresentou, em janeiro de 1996, 1997 e 1999, uma série de concertos na Itália, executando as obras gravadas de Silva Gomes (além de outros compositores brasileiros e portugueses como Nunes Garcia, José Alves,
José Gomes Veloso, Emerico Lobo de Mesquita, Marcos Coelho Neto, Gomes da Rocha) no Pantheon, nas igrejas de Santa Maria em Trastevere, Santo Antonio dos Portugueses e na Basílica de São Pedro (Vaticano), no Conservatório San Pietro a Majella, na Capela de San Gennaro em Nápoles e na Villa Aurora, em Florença.

A presença do Brasilessentia Grupo Vocal no meio artístico brasileiro recebe especial destaque por representar um dos poucos conjuntos profissionais que
se especializa na pesquisa e divulgação sistemática de uma parte importante do repertório colonial e imperial brasileiro. O Brasilessentia Grupo Vocal foi fundado e é regido pelo Maestro Vitor Gabriel.