Coral do Estado de São Paulo

O Coral do Estado de São Paulo foi criado em 1979 e é uma unidade artística da Secretaria de Estado da Cultura, que integra a família dos corpos estáveis do departamento "Universidade Livre de Música Tom Jobim".

Foi criado durante o X Festival de Inverno de Campos do Jordão e, desde então, tem atuado de maneira intensa e diversificada no âmbito coral do estado. É constituído por jovens estudantes de música, especialmente da área de canto erudito, que, contemplados com o auxílio de uma bolsa de estudos oferecida pela Secretaria, têm a oportunidade de desenvolver e aprimorar seu nível técnico e artístico pré-profissional, através de uma pedagógica e objetiva estratégia de trabalho, o que vem modelar a rotina desta unidade.

Durante todo esse período de atividade, sua trajetória tem sido marcada pela realização apropriada de um esmerado repertório "a cappella", bem como de inúmeras obras de grande magnitude, inclusive no campo operístico, que implicaram em sua participação com todas as mais importantes orquestras sinfônicas e demais conjuntos instrumentais do gênero, além de atividades conjuntas associadas com coros, solistas vocais e instrumentais e regentes de renome.

Através de um trabalho consistente e sempre procurando abordar uma programação ambiciosa, o Coral do Estado de São Paulo tem se mantido fiel no constante percurso de sua atuação formativa e artística no âmbito cultural do estado, caracterizando-se, desde modo, seu papel primordial no tocante às metas fundamentais que visam contribuir na educação e desenvolvimento de todos os seus integrantes, futuros profissionais da área.

Desde 1988, sua direção está confiada ao maestro José Ferraz de Toledo. Desde o início de 2005, o grupo passou a ser regido por Nibaldo Araneda, com a direção e supervisão de Naomi Munakata.

Novembro de 2005.