Officina Vocalis

O coro de câmara Officina Vocalis foi criado em agosto de 1998 pelo maestro Jetro Meira de Oliveira. Fazem parte deste grupo alunos e funcionários do Centro Universitário Adventista de São Paulo/Campus 2, como também membros da comunidades em geral.

O coro foi criado com o objetivo de proporcionar uma oportunidade educacional de desenvolvimento vocal através do canto coral a qualquer pessoa, ligada ou não ao Centro Universitário Adventista de São Paulo /Campus 2, que demonstre um mínimo de aptidão musical e um grande compromisso com o trabalho a ser desenvolvido. Esta, portanto, é a origem do nome do grupo, Officina Vocalis, uma escola de canto coral.

O grupo ensaia em média três horas por semana, especializando-se no repertório a cappella, mas incluindo também o repertório com acompanhamento instrumental, abrangendo todos os períodos de expressão musical. Membros do Officina Vocalis recebem bolsas de estudo para freqüentar aulas de teoria e percepção musical e técnica vocal na Escola de Artes do Centro Universitário Adventista de São Paulo/Campus 2.

Durante o período de agosto de 1999 a junho de 2002, o coro teve como regentes César Marques e Gérson Arrais. A partir de agosto de 2002 o grupo voltou a ter como regente principal o maestro Jetro Meira de Oliveira.

Algumas das importantes apresentações do Officina Vocalis foram O Messias de Handel, o Gloria de Vivaldi, como também obras a cappella de Praetorius, Vaughan Williams, Victoria, Hassler e autores brasileiros.