Orquestra de Vozes Meninos do Rio

O projeto é formado por 1.200 (mil e duzentas) crianças (dos 5 aos 16 anos), integrantes de corais de 25 escolas e núcleos de arte representantes de todas as 10 Coordenadorias Regionais de Educação do Município.Em sua grande maioria, são crianças de baixo poder aquisitivo, provenientes de comunidades carentes.

Este projeto se desenvolve através de oficinas semanais de Regência Coral ministradas aos professores de música do município pelo responsável pelo projeto, o maestro Júlio Moretzsohn (Professor de regência coral da Universidade do Rio de Janeiro UNI-RIO e regente do Conjunto Calíope).

Julio Moretsohn acredita que aprender a cantar uma canção, por si só, é sempre uma rica fonte de experiências. A Orquestra de Vozes Meninos do Rio procura ir além e desenvolver na criança um pensamento criativo e uma auto-estima, para que ela vivencie suas potencialidades e possa se sentir realizada, confiante e feliz.

O objetivo de firmar uma identidade cultural, proposta por Villa-Lobos através da implantação do canto orfeônico nas escolas públicas, nos serve ainda de inspiração na medida em que realizamos um repertório centrado na música brasileira. A singularidade regional é a fonte vital para a riqueza da pluralidade cultural, tão valorizada na pós-modernidade.

As coreografias realizadas pelas crianças nas apresentações são concebidas por Caio Nunes. Esta prática não só amplia a experiência artística através da linguagem da dança, como também encontra eco nas metodologias de importantes educadores musicais do século XX, Dalcroze e Orff, que privilegiam a vivência corporal de parâmetros musicais.