Cia. Arte Flammeum

  • email: flammeum@terra.com.br

O grupo instrumental é formado pelos seguintes artistas:

ELISABETH GANTER trata da pesquisa, criação e direção. É professora e cantora lírica. Contralto, nascida em Koln, Alemanha,começou seus estudos musicais aos sete anos, com Maria Schmidt. Estudou "Canto Lírico e Interpretação" na classe da insígne maestrina Semita Valenka, na Escola Nacional de Música do Rio de Janeiro, UFRJ. Fez aperfeiçoamento técnico vocal em Viena com o tenor russo Simon Baddy, menbro da ópera de Kiev e do Teatro Bolshoi de Moscou.

Retornando ao Brasil, além do baile flamenco,
se dedicou ao repertório de canções eruditas e populares de compositores espanhóis e argentinos. Vem se apresentando em concertos, igrejas e espaços culturais.

PAULO ROGÉRIO VIANA cuida da direção musical e toca guitarra clássica e flamenca. Mestre em violão pela Escola Nacional de Músicada UFRJ, onde ocupou o cargo de professor do curso de graduação em violão ao lado dos mestres Léo Soares e Turíbio Santos, realizou profundo estudo sobre música espanhola e flamenca.

Guitarrista clássico, é solista econcertista, compositor e arranjador para discos e Cds. Participou da produção de trilhas sonoras para peças teatrais e inúmeros jingles para rádio e TV. É sócio e técnico de som do "Estúdio V".

Em 1987 foi o concertista brasileiro especialmente convidado para executar a obra integral para violão solo de Villa-Lobos, no Teatro São Luis de Lisboa, em Portugal. Nesta oportunidade, se apresentou para récitas especiais como compositor e arranjador da trilha sonora do espetáculo teatral "Encontro com Fernando Pessoa", nas cidades de Lisboa, Porto e Coimbra.

É o artista especialmente convidado dos Cds e espetáculos do cantor e compositor
Alexandre Flores (disco de platina "Coração Cigano"da trilha sonora da novela
"Explode Coração", TV Globo), divulgando a música de origem cigana pelo Brasil. É integrante do grupo "Aire Andaluz" sob direção e criação de Clarice Prieto, com quem se apresenta em vários lugares.

FÁBIO NIN é responsável pela pesquisa musical e toca guitarra flamenca. Bacharel em violão clássico pela Universidade do Rio de Janeiro (Uni-Rio), é professor, instrumentista, solista e arranjador. Foi aluno de grandes mestres, como Rafael Rabello, Turíbio Santos, Fred Schneiter, Marco Pereira e Nicolas de Souza Barros.

Desde 1998, participa do show "Armandinho convida
Moraes Moreira", com os quais tem se apresentado em vários estados brasileiros, assim como na Expo-98 de Lisboa e no Teatro da ACBEU em Salvador, além de ter gravado recentemente dois CDs: o primeiro, o mais recente CD solo de Armandinho, "Retocando o Choro"; o segundo, acompanha a edição especial da revista "Guitar Player", reunindo os dez melhores guitarristas/violinistas do país, em votação feita junto a 300 músicos e produtores brasileiros.

Participou de várias formações musicais, bandas, gravações de Cds premiados, montagens teatrais e orquestras dirigidas por grnades nomes como Wagner Tiso, Ney Matogrosso, etc.É um dos poucos especialistas brasileiros em guitarra flamenca, tendo estudado em Madri.

Integrou o grupo "Quadra Flamenca"e recentemente atuou nas homenagens ao centenário de Federico Garcia Lorca, em evento realizado em São Paulo, intitulado "Lorca na Rua".

EDISON MEGO FERNANDEZ cuida da interpretação teatral e ritmos. Ator formado pelo grupo de Teatro "Contrastes"(Peru), no qual trabalhou até 1996, ano em que chegou ao Brasil para estudar na Escola de Teatro de Uni-Rio.

Participou como ator em "Se eu te esquecer Jerusalém"(montagem realizada pela Uni-Rio) e "De Amor e Morte"(Sesc Tijuca /99). Participa como
percusionista (Cajon) no grupo "Filhos do Sol", no qual também dança. Fez sonoplastia da peça "O Homem e a Paz"(Sesc Tijuca/98). Começa atrabalhar com o diretor teatral frances Tarak Hamman, integrando o "Raconte Tapis" (Tapetes Contadores de Histórias). No espetáculo "Cantares Populares", recita as poesias de Lorca.

SIMONE ABRANTES é coreógrafa e bailarina e professora. Dedica-se exclusivamente ao flamenco desde 1985. É considerada uma das maiores estrela do ballet flamenco de todo o Brasil.

Trabalhou como bailirina e coreógrafa convidada junto à vários grupos e artistas, como o cantor José Augusto, Mio Vássich e Michel Kriston, autor das músicas ciganas para a trilha sonora da novela "Explora Coração", da TV Globo. Foi coreógrafa e duble da novela "Pedra sobre Pedra", da TV Globo em 1995 e também bailarina em "Helena", TV Manchete em 1987.

No teatro, coreografou a parte flamenca do musical "O Mundo Cigano", Rio Sampa em 1993. Estreou, em 1996, como diretora/produtora e coreógrafa do espetáculo "Leyenda", realizado no Teatro Ipanema, RJ, com um grupo de instrumentistas flamencos e corpo de baile composto por 14 bailarinas, que logrou grande
sucesso de público.

Realizou seu aperfeiçoamento profissional em Buenos Aires com "La Mora" e com o renomado professor Gustavo Cancela. Na Espanha trabalhou com mestres do flamenco como Manolete, "La China", Joaquim Ruiz, Ciro,"El Guito" e Maria Magdalena.