Pró Música Colonial Brasileira

O Pró-Música Colonial Brasileira atua sob a direção de Pedro Couri Netto.

Idealizado em 1995, durante o 6º Festival de Música Antiga de Juiz de Fora, o grupo tem a participação de oito solistas, quatro instrumentistas e quatro cantores. A proposta do conjunto é divulgar, preferencialmente, obras musicais do repertório setecentista mineiro e brasileiro.

A estréia foi em abril de 96, durante uma turnê por cidades históricas da Bolívia, no 1º Festival Internacional de Música Renascentista e Barroca Latino-Americana, a convite do Ministério da Cultura. O Festival boliviano resultou na gravação de um CD, que tem a participação do Conjunto.