Quadrivium

O Quadrivium é formado por:

HELEN HEINZLE

Natural de Blumenau, Santa Catarina, iniciou seus estudos musicais em piano aos quatro anos de idade. Entre 1980 e 1984, estudou piano em Viena com a professora Clarissa Graf, quando também se apresentou como solista coral em festivais musicais em Viena e Salzburg. Tem se apresentado em salas de concerto do Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília, no Estado de Santa Catarina e em países da América do Sul.

É integrante do Coro do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, do grupo vocal Calíope, ganhador do prêmio Carlos Gomes de 2002 como melhor grupo vocal, e do coro profissional da Associação Religiosa Israelita. É preparadora vocal de diferentes coros. Graduou-se em canto pela Universidade do Rio de Janeiro (UniRio) em 1992, onde foi professora de canto e fisiologia da voz de 1999 a 2001.

Constam do seu repertório, entre outros, a ópera O Empresário, de Mozart, o oratório A Criação, de Haydn, diferentes obras de compositores como Bach, Vivaldi, Brahms. Gravou dois CD independentes e um LP como solista coral em Viena. Gravou recentemente três CDs como solista com o grupo Calíope, patrocinado pela Petrobrás dentro do projeto Restauração e Difusão de Partituras.

RONALDO VICTORIO

O tenor nasceu na cidade do Rio de Janeiro. Iniciou seus estudos musicais na Famasf-Rio onde concluiu o curso de piano. Em 1985, entrou para a classe de viola da Universidade do Rio de Janeiro (UniRio), onde estudou com os professores Juan Carlos Sarudiansky e Marie Cristine Springuel. Foi membro da Orquestra Sinfônica Jovem do Theatro Municipal do Rio de Janeiro.

Graduou-se em canto pela UniRio, em 1983, na classe da professora Eliane Sampaio, com quem continuou se aperfeiçoando. Foi professor de canto da UniRio. Participou do projeto Ópera Brasil (1989-1990), cantando em diversas cidades do país. Atualmente integra o Coro do Theatro Municipal do Rio de Janeiro.

Tem participado como solista em diversos eventos, executando repertório de diferentes estilos e, em especial, de música contemporânea, junto a Orquestra de Câmara do Rio de Janeiro, Coro de Câmera Pro-Arte, Grupo de Percussão da Universidade de São Paulo, Grupo de Música Nova da UFRJ, Orquestra Sinfônica de Mato Grosso, Orquestra Sinfônica Nacional e Orquestra Petrobrás Pró Música.

Desde 1995, é membro do grupo vocal Calíope, especializado em música barroca, tendo gravado três CDs com músicas do período colonial brasileiro. Com o grupo, tem se apresentado em variadas salas brasileiras. Esteve recentemente em Santiago do Chile. É integrante do Coro da Associação Religiosa Israelita. Em maio de 2000, foi solista da ópera As Malibrans, de Jocy de Oliveira, apresentando-se em Darmstaad (Alemanha), Buenos Aires (Argentina) e em teatros do Rio de Janeiro com o Jocy Ópera Ensemble.

LEONARDO LA GRECA

Natural de Petrópolis (RJ), o baixo-barítono foi solista do Coro dos Meninos Cantores de Petrópolis - Canarinhos, entre 1988 e 1990, com o qual fez várias turnês pelo Brasil e gravou discos de música sacra e profana. Entre 1994 e 1997, foi integrante do Corpo Coral do Theatro Municipal do Rio de Janeiro. Foi aluno do curso de extensão em canto na UniRio. Em 2000, participou do Congresso de Canto na Filadélfia - EUA, organizado pela National Association of Teachers of Singing. Em 2001, participou, em Berlim, de audição conduzida pela BachAkademie de Stuttgart.

Seja como solista, seja como integrante de grupos de música de câmera, tem cantado em várias salas de concerto, como a Casa de Cultura Laura Alvim, Centro Cultural da Finep, Centro Cultural da Universidade Estácio de Sá, Academia Brasileira de Letras, Centro Musical de Volta Redonda, Palácio Rio Negro, entre outros. Desde 2002, desenvolve trabalho específico para voz e piano com a pianista Viviane Sobral. Faz aperfeiçoamento em técnica vocal e interpretação com Eliane Sampaio. De 2001 a 2003, integrou a diretoria da Associação Brasileira de Canto.

VIVIANE SOBRAL

Iniciou sua formação musical em 1974 com a mãe e professora Lylaine Sobral, em aulas de musicalização e piano. A partir de 1979 recebeu a orientação do pianista Luiz Medalha, com quem iniciou seu trabalho de técnica e interpretação pianística.

Em 1987, obteve o primeiro lugar no VIII Concurso Nacional de Piano do Instituto de Música da Universidade Católica de Salvador. Graduou-se em piano pela Universidade do Rio de Janeiro (UNI RIO) na classe do prof. Silvio Merhy em 1995.

Em setembro de 2000, mudou-se para Paris, onde concluiu o Curso de Piano e de Música de Câmara no Ciclo Superior da École Nationale de Musique de Fresnes, com a obtenção da « Médaille d"Or » em ambos os cursos. Seguiu paralelamente um curso livre de acompanhamento com a professora Françoise Tillard, pianista que se aperfeiçoou com grandes acompanhadores, tais como Geoffrey Parsons, Dalton Baldwin e Erik Werba.

Intensificou o seu aprendizado, trabalhando como acompanhadora da classe de Canto da École Nationale de Musique de Fresnes e também fazendo concertos entre 2000 e 2001 em Paris.

Apresentou-se publicamente em recitais em Niterói, Goiânia, Brasília, Petrópolis e no Rio de Janeiro, tendo atuado como camerista em importantes salas de concertos tais como o Centro Cultural da FINEP, Auditório da Academia Brasileira de Letras, a Sala Cecília Meirelles (nas XIV e XV Bienais de Música Contemporânea), a Casa de Rui Barbosa, Teatro Municipal de Niterói e IBAM, entre outras.

Atualmente é professora do curso de extensão “Teclado em grupo” realizado no Instituto Villa-Lobos (UNI RIO) em convênio com os Seminários de Música Pró Arte, e é também integrante do grupo “Quadrivium”, terceto vocal com piano, formado pela soprano Helen Heinzle, o tenor Ronaldo Victorio e o barítono Leonardo La Greca.

Agosto de 2005.