Quinteto.com

  • email: pribomfim@ibest.com.br

O grupo Quinteto.com é formado por um quarteto vocal e uma pianista que decidiram unir seus talentos e desejos artísticos para divulgar as mais belas obras da música vocal.

Artistas de alto nível musical, são conceituados como solistas e como integrantes de outros conjuntos tendo se apresentado em concertos no Brasil e no exterior.

Seu repertório inclui músicas de diversos estilos e compositores.

Carla de Brito
Soprano natural do Rio de Janeiro, iniciou seus estudos de canto com o professor Alfredo Colósimo. Desde estão tem se apresentado em diversas salas de concerto: Paço Imperial, Museu da República, Centro Cultural do Banco do Brasil e Teatro da UFF.

Participou de master classes com os renomados professores Maria Venuti e Reginaldo Pinheiro (Alemanha), Suzie Le Blanc (França), Maitland Peters e Joseph Meyers (EUA).

Participou do Segundo Concurso de Canto Funarte, sendo agraciada com o Prêmio Revelação e com uma bolsa de estudos para Karlsruhe (Alemanha). Foi convidada para atuar como solista no Coro Calíope e em diversos concertos do Madrigal Ars Plena.

No Theatro Municipal do Rio de Janeiro, integrou o Octeto Vocal e atuou como solista nas óperas O Morcego (Strauss), Tanhauser (Wagner) e Turandot (Puccini); na série intitulada Ópera do Meio-Dia interpretou, Liù em Turandot (Puccini) e Susanna em Bodas de Fígaro (Mozart). Atualmente integra o Coro do Theatro Municipal do Rio de Janeiro.

Carlos Frederico de Assis
Barítono natural de Curitiba. Bacharel em canto pela Escola de Música e Belas Artes do Paraná, formado em Artist Diploma em Ópera pela University of Hartford-USA (1994-1996). Participou de diversos Festivais de Música no Brasil e no exterior, com os professores de canto lírico Sherril Milnes (Yale University), Marilyn Horne (Yale University), Luciano Pavarotti (Philadelphia Theater), Raimundo Mettre (Milão-Itália), Manoel Cid (Escola de Canto Madrid-Espanha), Tota de Iguarzabal (Teatro Cólon , Buenos Aires, Argentina).

É cantor profissional desde 1989, integrando o Coro da Camerata Antíqua de Curitiba e o Coro Carmina. Apresentou-se como solista de O Messias (Haendel), Carmen (Bizet), La Traviata (Verdi), Os Sete Pecados Capitais (Kurt Weill), A Viúva Alegre (Lehar), Rigoletto (Verdi), Os Contos de Hoffmann (Offenbach), A Flauta Mágica (Mozart) e Lucia de Lammermoor (Donizetti)

Tem trabalhado desde 1996 na formação de Corais adulto e infantil e rege também o Coral da Prefeitura Municipal de Curitiba. É freqüentemente convidado a ministrar master class em todo o Paraná, projeto este promovido pela Secretaria de Estado e Cultura e desde 2000 é professor de Técnica Vocal da Oficina de Música de Curitiba. Atualmente integra o coro do Teatro Municipal do Rio de Janeiro e o grupo Calíope, ambos no Rio de Janeiro.

Katya Kazzaz
Mezzo-soprano mineira radicada no Rio de Janeiro, formou-se em canto pela Universidade Federal de Minas Gerais em 1992. Posteriormente, transferiu-se para Londres onde se aperfeiçoou com a professora Mary Thomas, da Royal Academy of Music. De volta ao Brasil, passou a integrar o coro do Theatro Municipal do Rio de Janeiro e a exercer carreira de cantora lírica, tendo atuado como solista à frente das orquestras OSTMRJ, OSB, Orquestra Petrobrás Pró-Música, Orquestra Sinfônica do Paraná e Orquestra Sinfônica de Belo Horizonte.

Em seu repertório constam as obras Missa em Si bemol de Schubert, Magnificat, Missa Brevis, Oratório de Natal de Bach, Magnificat de Villa-Lobos, Nona Sinfonia de Beethoven, Glória de Vivaldi, Credo, Missa Pedro de Alcântara e Matinas de Natal do Padre José Maurício, Valsas de Brahms, Missa Brevis Quarta de Ernani Aguiar, Missa Mater Dolorum de Armando Prazeres.

No âmbito operístico foi protagonista nas óperas Dido e Eneas de Purcell (em primeira montagem no Brasil), O Chalaça de Francisco Mignone, L"Italiana in Algeri de Rossini, participou da montagem de Rigoletto de Verdi no papel de Giovanna no Theatro Municipal do Rio de Janeiro, da ópera Idomeneo de Mozart no papel de Idamante e da ópera Cenerentola de Rossini como Angelina.

Ronaldo Victorio
Tenor carioca, iniciou seus estudos musicais na Famasf-Rio onde concluiu os cursos de piano e matérias teóricas. No ano de 1985 entrou para a classe de viola da Uni-Rio, na qual estudou com Juan Carlos Sarudiansky e Marie Cristine Springuel, e foi membro da Orquestra Sinfônica Jovem do Theatro Municipal. Graduou-se em canto pela Universidade do Rio de Janeiro, em 1983, na classe da professora Eliane Sampaio com quem continuou seu trabalho de aperfeiçoamento.

Foi professor de canto da Universidade do Rio de Janeiro. Participou nos anos de 1989 e 1990 do projeto Ópera Brasil, se apresentando em diversas cidades do país.

Tem participado como solista junto à Orquestra de Câmara do Rio de Janeiro, Coro de Câmara Pró-Arte, Grupo de Percussão da Universidade de São Paulo (PIAP), Grupo de Música Nova da UFRJ, Orquestra Sinfônica de Mato Grosso (UFMT), Orquestra Sinfônica Nacional e Orquestra Petrobrás Pró Música.

Desde 1995 é membro integrante do grupo vocal Calíope, especializado em música Barroca. É integrante do Coro da Associação Religiosa Israelita (ARI). Em maio de 2000, foi solista da ópera As Malibrans, de Jocy de Oliveira, apresentando-se em Darmstaad, Alemanha e em teatros do Rio de Janeiro com Jocy Ópera Ensemble. Atualmente é integrante do Coro do Theatro Municipal do Rio de Janeiro.

Priscila Bomfim
Pianista, iniciou seus estudos musicais aos seis anos de idade, em Portugal, tendo como professores Edgard Salles e Maria de Lourdes Ribeiro. Ainda em Portugal, fez suas primeiras apresentações, recebendo inclusive um dos primeiros prêmios no V Concurso Nacional de Música.

Graduou-se em piano e cursou o Mestrado na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), onde foi aluna dos professores Mary Benaion, Luiz Henrique Senise e Míriam Grossmam.

Como solista e camerista já se apresentou em diversas salas de concerto no Rio de Janeiro e outros estados, em recitais e atividades como mostras de música contemporânea, cursos internacionais de regência-coral e concursos de nível nacional, além de montagens líricas no Rio de Janeiro, Vassouras (RJ), São Paulo, Presidente Prudente (SP) e Campo Grande (MS). Tem ampliado seus conhecimentos musicais através de cursos e festivais no Brasil e exterior, com a professora Dayse de Luca nos Estados Unidos. Em Janeiro de 2000 se apresentou em algumas cidades no Chile a convite do Zicosur Musical.

Atualmente é pianista efetiva do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, atuando desde 2000 na preparação do coro e solistas das temporadas de ópera. Atuou também como pianista do Octeto Vocal e em projetos como Música no Interior do Estado do RJ e Ópera do Meio-Dia, nas montagens O Empresário (Mozart), La Favorita (Donizetti) e O Condor (Carlos Gomes)