Akademie für Alte Musik Berlin

A Akademie für Alte Music Berlin foi criada em 1982, por um grupo de jovens musicistas de importantes orquestras da então Alemanha Oriental, que se reuniu buscando resgatar a interpretação da música antiga no país, logrando impulsioná-la em pouco tempo.

Música barroca e renascentista, instrumentos de época e qualidade artística foram os ingredientes que levaram Akademie à cena nacional. Em pouco tempo, dispunha de uma série própria de concertos na famosa Schauspielhaus. Logo veio o reconhecimento internacional, passando a ser considerada, em toda parte, como uma das melhores formações em seu gênero musical.

A vitalidade e o approach de suas interpretações e a diversidade de sua experiência somadas a sua parceria com músicos importantes como René Jacobs, Marcus Creed, Reinhard Goebel e Ton Koopman, levaram Akademie a ser aplaudida e acolhida com entusiasmo da Europa aos Estados Unidos, do Japão ao Oriente Médio.

Convites para participar de renomados festivais como o Tage Alter Musik, em Herne e Regensburg, o Holland Festival, em Utrecht, o Carl Philipp Emanuel Bach Festival, em Duisburg, o Aachen Bachtage e o Händel Festival, em Halle, são freqüentes. Em suas apresentações explora todas as vertentes da música barroca e clássica abrangendo sempre em seu repertório Bach, Telemann, Händel, Haydn e Mozart.

Há dez anos o conjunto trabalha com exclusividade para a Maison Harmonia Mundi France, produzindo regularmente gravações aclamadas pela crítica musical.

Para a jornalista do The Times, “... Entre suas mãos, seus sopros e seus arcos, mesmo as partituras de Bach parecem renascer a cada um de seus concertos. ... Cada voz, cada frase, cada encadeamento foi profundamente pensado, assimilado de maneira a oferecer uma interpretação que beira a perfeição.” – Hilary Finch

Junho de 2004.