Banda Sinfônica Jovem do Estado de SP

  • email: bandajovem@aol.com

A Banda Sinfônica Jovem do Estado de São Paulo,
criada e integrada aos Corpos Estáveis da Universidade Livre de Música em 1989, entrou em atividade artística em 1993 sob regência de Mônica Giardini.

Formada por 70 músicos bolsistas selecionados por testes, tem por objetivo a profissionalização. Em sete anos de atividades, desenvolveu programações variadas onde consta o repertório erudito de muitos períodos históricos e estéticos musicais.

Executa arranjos de compositores consagrados e composições originais para Banda Sinfônica, tocando algumas vezes obras do repertório popular. Contou com participações especiais na área erudita, com Wagner Polistichuk (trombone), Donald Smith (tuba), Sérgio Burgani (clarinete) e Quinteto Metalessência.

Na área popular atuou com Hector Costita, Naná Vasconcelos, Suzana Salles, e com grupo de choro Isaías e Chorões. Participou dos eventos: Verão Sinfônico no Guarujá, junto à Orquestra Sinfônica do Estado de SP, sob a regência de Eleazar de Carvalho; Festival de Inverno de Campos do Jordão e em diversas cidades do
interior do Estado de São Paulo.

Em 1995 participou da Ópera Nabucco, junto à Orquestra Sinfônica Municipal de SP, sob a regência de Luiz Fernando Malheiro e, em 1996, do Poema Sinfônico Colombo de Carlos Gomes, com a Orquestra Sinfônica de Santo André sob a regência de Aylton Escobar.

Executou a obra de Rick Wakeman, Viagem ao Centro da Terra no Memorial da América Latina, onde, devido ao grande sucesso, houve nova apresentação. O aplauso a
este grupo de sopros e percussão tem se mostrado de modo expressivo e consagrador. Na sala de espetáculos do Memorial da América Latina, onde realiza seus concertos, animou grandes platéias.

Em 1997 dentre os diversos concertos que realizou, participou dos eventos comemorativos aos 100 anos de
Pixinguinha e realizou a 1ª audição no Brasil da Ópera Treemonisha de Scott Joplin, obtendo grande sucesso. Em 1998, foi convidada a reapresentar Viagem ao Centro da Terra na Praça da Paz no Parque do Ibirapuera e realizou concertos comemorativos da carreira do compositor Gilberto Gil, em arranjos especiais, onde executou seus grandes sucessos junto à baterista Lilian Carmona e Grupo.

Participou também das homenagens a George Gershwin
executando a Rhapsody in Blue junto ao pianista Fernando Tomimura. Em Outubro de 1999, lotou por dois dias seguidos as duas platéias do Memorial da América
Latina, com a apresentação de outra obra de Rick Wakeman, Rei Arthur e os Cavaleiros da Távola Redonda, obra também apresentada na Sala São Paulo.

Em 2.000 pode-se destacar a execução de música popular brasileira nos concertos: "Paulistana - Retrato de uma cidade" , obra composta por Billy Blanco, homenageando a cidade de São Paulo, e "O Grande Circo Místico" de Edu Lobo e Chico Buarque.