Budapest Chamber Symphony

Fundada em 1964 pela Fundação Weiner Szász, a orquestra Budapest Chamber Symphony é formada por doze músicos, cuja maioria tem uma atividade solística. Eles estudaram na Academia Franz Liszt de Budapeste e seguem a tradição húngara da escola de cordas.

Nas últimas três décadas, atuou nos principais centros europeus e fêz turnês pela Holanda, França, Polônia e América Central.

A orquestra ficou três anos parada, devido à falta de suporte financeiro, só retomando suas atividades em 1989. Pouco depois, com uma turnê realizada na
França, a imprensa rendeu-se ao talento dos músicos e aclamou o grupo como "uma orquestra de câmara de nível internacional".

Em 1995 e 1996, a Budapest Chamber Symphony realizou diversos concertos com solistas e maestros de renome internacional, como Sandor Vegh (renomado músico húngaro com quem eles gravaram um disco), Zoltan Kocis e Gyorgi Sebok.

O grupo já se apresentou nas salas de concerto mais importantes da Europa, como o Musik Verein, em Viena e o Mozarteum, em Salsburgo.