European Union Youth Orchestra

Idealizada por Leonel e Joy Bryer, presidente e secretária geral da Fundação Internacional da Juventude da Grã-Bretanha, a European Union Youth Orchestra - EUYO foi criada oficialmente em 22 de abril de 1976.

O principal propósito de estabelecê-la era demonstrar pela música a cooperação e a união da juventude européia, além de criar um exemplo para simbolizar o ideal europeu: uma comunidade de nações unidas trabalhando juntas pela paz, harmonia, justiça social e dignidade humana. A turnê inaugural em 1978 teve a regência do diretor musical e fundador, o maestro italiano Cláudio Abbado.

Outros regentes consagrados já estiveram à frente da orquestra como convidados: entre eles Daniel Barenboim, Leonard Bernstein, James Conlon, Sir Colin Davis, Herbert von Karajan e Zubin Mehta. Já a lista de solistas inclui Martha Argerich, Emanuel Ax, Barbara Hendricks, Nigel Kennedy, Christa Ludwig, Lord Yehudi Menuhin e Margaret Price.

A EUYO já se apresentou nas principais cidades, salas de concerto e festivais na Europa. Como uma Embaixadora da Boa Vontade, a orquestra já realizou importantes turnês pelo exterior, incluindo Extremo Oriente, Leste Europeu, Rússia e países bálticos. Também conquistou uma série de prêmios, incluindo o Olympia Prize da Alexander S Onassis Public Benefit Foundation, o Prêmio de Iniciativa Européia e o European Media Prize.

“Um dos aspectos mais importantes da EUYO é unir jovens de diferentes formações, raças, ideologias políticas e nacionalidades. Ao conviver e tocar em três cidades tão diferentes e fascinantes, eles poderão conhecer e levar para 18 países diferentes um pouco da cultura e das tradições do país”, comenta Joy Bryer, que além de co-fundadora, atualmente é Secretária Geral da orquestra. Ela completa: “Não podemos construir um futuro melhor para a juventude sem que eles tenham a oportunidade de cruzar todos os tipos de fronteira e aprender sobre o modo de vida de outros povos”.

Os patronos da orquestra são Romano Prodi (presidente da Comissão Européia) e cada um dos quinze primeiros-ministros dos membros da União Européia. Seu presidente é Patrick Cox, presidente do Parlamento Europeu. A EUYO é financiada pela Comissão da União Européia por meio de um benefício anual de bolsas de estudo (votadas pelo Parlamento Europeu) e também recebe incentivos dos quinze países membros. O restante do budget vem do patrocínio do setor privado e pelos organizadores dos concertos.