Orquestra de Violões Villa-Lobos

A Orquestra de Violões Villa-Lobos surgiu em 1995 a partir de uma experiência inovadora em prática de conjunto. O grupo é conduzido, desde o início, pelo violonista, arranjador e compositor Henrique Lissovsky (premiado por Leo Brouwer e Philipe Catherine no XI Carrefour Mondial de la Guitare).

Atualmente, na sua segunda formação, a Orquestra conta com doze integrantes. Já gravou para a BBC de Londres e para a KBS da Coréia. Apresentou-se no Auditório do BNDES, Museu da República, Teatro Rival, Sesc Copacabana, Museu Casa de Benjamim Constant, Planetário da Gávea (projeto Música nas Estrelas), Igreja Santa Rita de Paraty, Auditório da Rádio MEC, Morro da Urca (Pão de Açúcar), Sala Cecília Meireles, Sala Guiomar Novaes, Teatro Municipal da cidade de São José do Rio Preto (SP), durante as comemorações de 150 anos da cidade.

Possui um traço característico: a participação de todos os integrantes na elaboração dos arranjos, o que confere às músicas executadas uma originalidade e sonoridade peculiar, resultando numa grande comunicação com a platéia. Outra característica é o seu ecletismo, revelado na escolha do repertório, que vai de Villa-Lobos a Milton Nascimento, passando por Nazareth e Piazzolla, além de composições próprias.

Julho de 2005.