Orquestra Experimental de Repertório

Criada em 1990, a partir de um projeto elaborado pelo seu Regente Titular, maestro Jamil Maluf, a Orquestra Experimental de Repertório foi oficializada pela Lei no. 11.227 de 1992 e integra o Departamento de Teatros da Secretaria Municipal de Cultura da Cidade de São Paulo.

A Orquestra Experimental de Repertório tem por objetivos:

- a formação de profissionais de orquestra da mais alta qualidade;

- a integração ao instrumental sinfônico, de instrumentos que representem uma autêntica conquista da nova tecnologia, com reflexos estimulantes à criação musical (como os sintetizadores, por exemplo);

- a difusão de um repertório abrangente e diversificado, que mostre o extenso alcance da arte sinfônica de qualidade.

Suas várias séries de concertos com grandes nomes da música erudita nacional e internacional, bem como estrelas da Música Popular Brasileira, e suas montagens de óperas, balés e gravações para TV, compõem uma programação que, há vários anos, vem conquistando público e crítica especializada.

Em 1997, a Orquestra Experimental de Repertório recebeu, da Comissão de Música da Secretaria de Estado da Cultura do Governo do Estado de São Paulo, o "Prêmio Carlos Gomes", como Destaque de Música Erudita de 1997, na categoria de orquestras.