Orquestra Sinfônica da Rádio Berlim

A Rundfunk-Sinfonieorchester Berlin – RSB realizou seu primeiro concerto no dia 29 de outubro de 1923, o que faz dela a mais antiga orquestra das rádios alemãs, e, a partir de 1924, seus programas começaram a ser transmitidos quase diariamente pelas rádios de Berlim.

Ao longo de seus 78 anos de existência, a já esteve sob a Direção Musical de celebridades como Eugen Jochum, Sergiu Celibidache, Arthur Rother, Herrmann Abendroth, Heinz Rögner e Rafael Frühbeck de Burgos. Por outro lado, teve em seu pódio, como Regentes Convidados, alguns dos mais renomados maestros do século XX, dentre os quais Otto Klemperer, Fritz Busch, Bruno Walter, George Szell, Rudolf Kempe, Herbert von Karajan, Wolfgang Sawallisch, Kurt Sanderling e Kurt Masur.

Além disso, grandes compositores do século XX – como Hindemith, Honegger, Milhaud, Prokofiev, Strauss, Schoenberg, Stravinsky e, mais recentemente, Henze, Zimmermann e Penderecki – também se apresentaram com o conjunto interpretando, como regentes ou solistas, suas próprias obras.

Ao longo de sua existência, a orquestra tem adotado critérios sempre bastante rigorosos para a renovação de seu quadro de músicos. Nesse sentido tem dado prioridade para a admissão de jovens instrumentistas formados pelas melhores escolas de música e pelos mais importantes conservatórios do mundo, assegurando desse modo sua sonoridade e sua homogeneidade, dois atributos que têm distinguido o conjunto no cenário internacional da música sinfônica e de concerto.

A programação da RSB tem procurado apresentar não apenas o repertório sinfônico tradicional, mas também divulgar a música da segunda metade do século XX e promover a estréia de novas obras, encomendando criações aos melhores compositores do nosso tempo.

Além de atender a seus compromissos e responsabilidades como orquestra radiofônica, a Sinfônica da Rádio de Berlim apresenta anualmente mais de sessenta concertos, em Berlim e em turnês nacionais e internacionais.

Para gravar seus programas de rádio e produzir CDs, a Orquestra, em cooperação com a DeutschlandRadio, realiza cerca de 80 sessões de estúdio por ano, e um dos recentes resultados desse trabalho foi a encenação e a gravação da ópera A Harmonia do Mundo de Paul Hindemith, com solistas de prestígio internacional e o Coro da Rádio de Berlim, sob regência de Marek Janowski.

Quanto à integração entre a Rundfunk-Sinfonieorchester e o Rundfunkchor Berlin, essas duas formações musicais trabalham em conjunto desde que foram fundadas. Dessa colaboração resultaram centenas de concertos e inúmeras gravações de programas de rádio, discos e CDs. Ainda hoje, muitas das primeiras gravações da Orquestra e do Coro são consideradas verdadeiros padrões de excelência para a interpretação do repertório nelas abordado, razão pela qual diversos desses registros vêm sendo relançados em CD.