Orquestra Sinfônica de Porto Alegre - OSPA

A Orquestra Sinfônica de Porto Alegre - OSPA é formada por 99 músicos profissionais e desde janeiro de 2003, quando iniciou a gestão Ivo Nesralla, tem como regente titular e diretor artístico o maestro Isaac Karabtchevsky, um dos mais conceituados regentes da América Latina.A OSPA conta, também, com dois regentes que fazem profícuo trabalho junto à orquestra: o maestro Manfredo Schmiedt, regente assistente e do Coro, e o maestro Tulio Belardi. A orquestra tem extensa agenda e sua atuação atinge todo o Estado do Rio Grande do Sul.Em Porto Alegre, realiza concertos todas as terças-feiras, no Teatro da OSPA, atingindo um público médio de 800 pessoas a cada apresentação de sua Série Oficial. Além disto, realiza concertos em praças públicas, igrejas, museus ginásios e parques, que chegam a atingir 10 mil pessoas numa só apresentação.A orquestra tem, também, a série Concertos para a Juventude, voltada especificamente para a formação e aperfeiçoamento de platéias para a música erudita. A série é realizada aos domingos pela manhã, com entrada franca, e envolvimento pessoal do maestro, que conversa com o público presente. A OSPA realiza, ainda, uma série de concertos pelo Interior do Estado que chegam a reunir até 12 mil pessoas.Em 2005, a OSPA está priorizando a construção da Sala Sinfônica da OSPA, para a qual são necessários sólidos recursos financeiros. Neste sentido, a programação escolhida não é abundante em grandes nomes internacionais, mas traz expressivos artistas brasileiros.Entretanto, uma série de obras de grande porte e essenciais ao repertório das grandes orquestras do mundo estão na programação de 2005, comandada pelo competente diretor artístico e regente titular, maestro Isaac Karabtchevsky.No ano de seu 55º aniversário, a Fundação OSPA solidifica seu grande complexo educativo musical, que inclui o Coro Sinfônico, o Conservatório Pablo Komlós, hoje com ensino gratuito para 250 alunos, o projeto POEMA, que realiza educação musical em escolas públicas gaúchas e o OUVIRAVIDA, que ensina música gratuitamente a 500 crianças e jovens de vilas periféricas da cidade.Agosto de 2005.