Orquestra Sinfônica de Viena

Com uma série de apresentações na Europa e a gravação dos maiores sucessos de seu repertório, a Wiener Symphoniker, Orquestra Sinfônica de Viena, comemorou seu centenário no ano passado, reapresentando o repertório de seu concerto de estréia, em outubro de 1900.

Considerada uma das orquestras mais importantes da Europa, foi responsável, nas décadas de 30 e 40, por inúmeras estréias de compositores como Ravel, Rachmaninov e Stravinsky.

Grandes nomes da música erudita já estiveram à frente dela, entre eles Herbert von Karajan — regente principal na década de 50 —, além de convidados como Leonard Bernstein e Zubin Mehta. O próprio Rafael Frübeck de Burgos — que volta ao Brasil depois de apresentar-se em 1998, regendo a Orquestra Nacional de Espanha — dirigiu a Wiener Symphoniker entre 1991 e 1997, quando o cargo foi assumido por Vladimir Fedosevej.