Orquestra de Câmara do C. B. M.

A Orquestra de Câmara do Conservatório Brasileiro de Música fez seu concerto inaugural em 1960, ano em que foi fundada. Talvez seja a mais antiga orquestra de câmara brasileira com atividade ininterrupta.

No início, era um conjunto formado por alunos, professores e colaboradores do Conservatório Brasileiro de Música, cuja principal atividade era acompanhar alunos formandos do Conservatório e, eventualmente, algum professor.

Em 1982, a orquestra sofreu sua primeira reestruturação com a entrada de instrumentos de sopro, dando origem a uma Sinfonieta, desativada em 1994. Em 1995 ressurge a orquestra de câmara, com sua formação original, composta somente de instrumentos de arco e músicos profissionais, alguns deles primeiras-estantes de orquestras sinfônicas do Rio de Janeiro.

A OCCBM já se apresentou em praticamente todos os auditórios e espaços culturais do Estado do Rio de Janeiro, com repertório bastante vasto, abrangendo do período barroco à produção contemporânea.