Orquestra de Câmara Eleazar de Carvalho

A Orquestra de Câmara Eleazar de Carvalho foi fundada em 22 de dezembro de 1996 e, desde então, vem se dedicando à formação de platéia para música de concerto, atingindo um trabalho artístico expressivo.

O projeto da orquestra constitui uma das principais ações do plano de música da Secretaria da Cultura e Desporto do Estado do Ceará, sendo um referencial da música erudita no Estado. O elevado nível técnico de suas apresentações atraiu a parceria da Universidade Estadual do Ceará, o incentivo da Fundação Amigos do Theatro José de Alencar (com a cessão da sala de música Jacques Klein para os ensaios diários da orquestra) e o apoio cultural da Telemar, através da “Lei Jereissati”, lei estadual de incentivo fiscal à cultura.

O repertório abrange obras dos períodos Barroco, Clássico e Romântico, bem como peças de compositores modernos e contemporâneos, mantendo sempre a presença de autores brasileiros em suas apresentações. O grupo, além de realizar uma interação com os músicos locais, permite que estes se apresentem como solistas junto à orquestra, incentivando o desenvolvimento da música instrumental do Estado.

A orquestra é formada por dezessete músicos de cordas, entre violinos, violas, violoncelos e contrabaixos, que nestes anos de atividades atingiram uma produção de música de concerto de excelente qualidade, capacitando profissionais na área orquestral. Até julho do corrente ano, a programação artística da Orquestra de Câmara Eleazar de Carvalho já contou com a presença de quatro regentes convidados e cinqüenta solistas entre músicos locais e do meio musical nacional e do exterior.

O reconhecimento ao trabalho de qualidade desenvolvido vem fomentando o projeto de transformar a orquestra de câmara em orquestra filarmônica. O maestro cearense Eleazar de Carvalho, conhecido pela dedicação à causa da educação musical da juventude, tinha o grande sonho de realizar em seu estado natal uma orquestra profissional. Sendo assim, o Estado do Ceará, além de homenagear seu ilustre representante da música erudita, incentiva uma importante ação cultural para o aprendizado musical brasileiro. O trabalho que vem sendo realizado cria uma identificação do público cearense com a música erudita, proporcionando a ampliação de platéias e a demanda de outras formações, visando integrar o Ceará no circuito da música erudita no Brasil.

A orquestra participa de variados eventos dentro da comunidade, destacando-se:

- em parceria com o Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, realiza concertos com músicos instrumentistas brasileiros do repertório popular, viabilizando um incremento em músicas de concerto e outros gêneros como Choro, já tendo tocado com Altamiro Carrilho e Jorge Cardoso, além de ter realizado concerto com o violonista e compositor Nonato Luiz, um dos instrumentistas brasileiros mais respeitado no circuito europeu, além de muitos outros;

- Matinal erudita - apresentações nas manhãs de domingo, no foyer do Theatro José de Alencar, com predominância do público jovem. Estes concertos têm o objetivo de contribuir para a formação cultural de crianças e adolescentes, a partir do conhecimento e apreciação da música erudita, ajudando-os a desenvolver o hábito de freqüentar o teatro e o interesse pela música de concerto.

- Concertos Universitários - realizados mensalmente no auditório central da Universidade Estadual do Ceará - campus do Itaperi, com a participação de alunos, professores e funcionários da Universidade. O objetivo principal é a divulgação do repertório de músicas de concerto;

- Concerto por um real - projeto que surgiu em 1995, realizado no Theatro José de Alencar, tendo como finalidade à formação de platéia para música de concerto. A partir de 1997, a orquestra passou a fazer parte do projeto, tocando uma vez por mês no palco principal do TJA, com uma programação variada onde os autores brasileiros sempre fazem parte do repertório.

- Ensaio aberto - estes concertos são especialmente produzidos para crianças e adolescentes, geralmente alunos da rede pública de ensino, com o objetivo de introduzir a cultura musical entre os jovens, como uma verdadeira aula sobre o funcionamento de uma orquestra.

Assessora de Imprensa da Orquestra: Fátima Parente
Fones: 264.4547 (ramal 307) 9117.0509