Orquestra de Cordas de Volta Redonda

Criada em 1974, a Orquestra de Cordas de Volta Redonda vem despertando comentários favoráveis de várias "autoridades" em música brasileira de qualidade.

A história da Orquestra de Cordas de Volta Redonda remete a 9 de maio de 1992, quando o maestro Nicolau Martins de Oliveira iniciou a primeira turma de violinos com alunos da Escola Municipal João Paulo I. Na época o projeto chamava-se Orquestra Sinfônica Municipal – Embrião. No ano seguinte surgiram a segunda turma de violinos e a primeira turma de violas. Em 1994 foi a vez das turmas de violoncelos e contrabaixos.

Diante do bom desempenho dos jovens músicos, o maestro Nicolau Martins de Oliveira criou a Orquestra de Cordas de Volta Redonda, em 1995. Constituído por 43 alunos da rede municipal de ensino, o grupo vem atraindo o interesse e despertando comentários favoráveis de pessoas que são referenciais de qualidade na música brasileira.

"... uma iniciativa educacional sem precedentes no território nacional ... foi com profunda emoção que assisti crianças empunhando instrumentos com garbo de fazer inveja a países do primeiro mundo..."
Ricardo Tacuchian (Doutor em Música pela University of Southern California)

"... estou certo que, dentro de mais algum tempo, Volta Redonda será o celeiro de artistas para todo o Brasil, suprindo as nossas melhores orquestras."
Jacques Nirenberg (Professor de Música de Câmara da Escola de Música da UFRJ)

"... parabéns pelo excelente trabalho que, para o tempo que tem, já demonstra um altíssimo rendimento artístico. Isto é a comprovação de uma orientação segura e eficiente... Um destaque especial para a bela e pujante sonoridade. Parabéns mais uma vez e prossigam neste trabalho, que engrandece nossa cultura e anima nossas esperanças no futuro do nosso Brasil."
Henrique Morelenbaum (maestro)

Em cinco anos de existência, a Orquestra de Cordas de Volta Redonda tem realizado diversos concertos em sua cidade e em vários locais como Hebraica, Escola de Música da UFRJ, Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro, Teatro Municipal de Niterói e Teatro Carlos Gomes. Em julho do ano passado fez turnê por várias cidades do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina. Em setembro deste ano, os jovens músicos trabalharam por três semanas com o maestro norte-americano Leslie W. Hicken.