Orquestra Sinfônica Municipal de Santo André

Fundada em 1988, a Orquestra Sinfônica Municipal de Santo André apresenta-se regularmente no Teatro Municipal de Santo André e em outras salas de concertos e espaços alternativos, tanto em Santo André como em outros municípios.

Com mais de 80 integrantes, é uma orquestra completa, que tem em seus quadros músicos profissionais e estudantes adiantados de música. Seu repertório inclui obras de períodos e estilos variados.

Dentre os solistas que já acompanhou destacam-se os pianistas Arnaldo Cohen, Gilberto Tinetti, Nélson Freire e Marcelo Bratke; os violinistas Cláudio Cruz, Ayrton Pinto e Elisa Fukuda; os violoncelistas Antônio Mendes, Antonio Del Claro; os flautistas Raffaele Trevisani e Antônio Carlos Carrasqueira; os cantores Celine Imbert, Cláudia Riccitelli, Martha Herr, Rosana Lamosa, Sílvia Tessuto, Sebastião Teixeira, Fernando Portari, Pepes do Valle, Jeffer Felipe e Sandro Christopher, além de instrumentistas da própria Orquestra.

Freqüentemente a orquestra se associa a artistas de outras áreas como teatro e dança. Nestas parcerias, já atuou ao lado dos atores Antônio Fagundes, Cacá Carvalho, Sérgio Mamberti e Sônia Guedes, além dos bailarinos Ana Botafogo, Andrea Thommioka, Cecília Kerche, Fernando Bujones e Marcelo Misailidis, em espetáculos dirigidos por Ulisses Cruz, Walter Neiva e Antônio Petrin.

A orquestra tem trazido também artistas da música
popular brasileira a seus concertos. Dentre eles, destacam-se Vânia Bastos, Edson Cordeiro, Bocato, Taiguara e Hermeto Pascoal, que se apresentaram
interpretando arranjos especialmente elaborados pelos maestros Cyro Pereira, Miguel Briamonte e pelos próprios Bocato e Hermeto Pascoal.

Dirigida habitualmente por seu Regente Titular, o maestro Flávio Florence, já trouxe para seu pódio os maestros Graham Griffiths, Aylton Escobar, Gustavo Petri e João Maurício Galindo. Seu regente assistente é Marcos Arakaki.

Em 1998, apresentou-se em Buenos Aires e Porto
Alegre, em turnê realizada pelo projeto Mercocidades, que promove o intercâmbio de atividades culturais dos países do Mercosul. Mantida pela prefeitura Municipal de Santo André, promove eventos em parceria com empresas privadas. Assim foi com a peça A História do
Soldado, de Stravinsky; a gravação em CD do oratorio O Messias de Händel, pelo selo Camerati; as operas Don Pasquale de Donizetti, e A Flauta Mágica de Mozart; e a série Concertos Grande ABC.

A programação de Ensaios Abertos da orquestra já atendeu a mais de 10 mil crianças da rede pública e privada de ensino do ABC e região, que assim puderam conhecer os instrumentos, o repertório e o
funcionamento de uma orquestra.