Orquestra Sinfônica Nacional - UFF

  • WebSite: www. uff.br/osn

A Orquestra Sinfônica Nacional foi criada pelo Governo Brasileiro através do decreto nº 49.913 de 12/01/1961, para divulgar a música sinfônica, com destaque para os compositores brasileiros.

Em seu início, esteve ligada ao Serviço de Radiodifusão Educativa (SER) do Ministério da Educação e Cultura, realizando, durante esse período, mas de 1.500 concertos e centenas de gravações. Com a extinção do SER, em 1982, foi transferida para a Fundação Centro Brasileiro da TV Educativa (FUNTEVÊ), ficando, no entanto, compulsoriamente inativa. A partir de 1984, integrou-se à estrutura da Universidade Federal Fluminense, através do Centro de Artes UFF.

Mantida diretamente pelo Governo Federal, a Orquestra Sinfônica Nacional - UFF conta em seus quadros com músicos profissionais estáveis e de alto nível técnico. É regida pela maestrina Ligia Amadio, que estudou em diversos países da América e Europa, e que regeu orquestras na Holanda, Rússia, Venezuela e Cuba, entre outros.

Apresenta-se semanalmente no projeto Música aos Domingos, no Cine Arte UFF, além de excursionar por diversos municípios do Rio de Janeiro, São Paulo e Minas Gerais. Trabalhou, também, em grandes eventos culturais, como a execução de trilhas sonoras reconstituídas dos filmes "Intolerance", "Napoleon" e "Ladrão de Bagdá".

A Orquestra Sinfônica Nacional-UFF é a única orquestra sinfônica brasileira mantida diretamente pelo Governo Federal com um quadro de músicos profissionais estáveis e de alto nível técnico. Suas apresentações, franqueadas à comunidade fluminense, atraem uma média de 500 pessoas por espetáculo, sendo seu repertório amplamente variado, incluindo sempre autores nacionais.

Além de acompanhar corais de projeção nacional. a orquestra vem realizando concertos pedagógicos para crianças, visando à formação de platéia, e participando de importantes eventos como o Ballet Kirov, Festival Liszt, Concertos para a Juventude, Festival Villa-Lobos, Encontro com Portugal, Japão Ciência e Cultura no evento Niterói-90 anos de imigração, Música na Candelária e Prêmio Nacional de Música.

Gravou recentemente seu primeiro CD dedicado à obra de Villa-Lobos.