Venice Baroque Orchestra

Fundada em 1997, a Venice Baroque Orchestra é reconhecida como um dos mais importantes conjuntos da Europa que se apresenta com instrumentos de época. Liderada pelo estudioso e cravista Andrea Marcon, a orquestra tem recebido excelentes críticas de seus concertos e récitas de ópera apreentados na América do Norte, Europa e Japão.

É integrada pelos melhores músicos barrocos italianos e tem se apresentado intensivamente por todo o mundo. Durante a temporada de 2003/2004, tem realizado turnês pela Alemanha, participado de festivais em Lucerna, Ambronay, Passau, e Eisenach, e apresentado-se em Zurique, Genebra, Lion e Bassel.

Na temporada de 2002/2003, foi aclamada pela crítica em sua turnê de estréia por 20 cidades dos Estados Unidos, seguida por apresentações em Viena, Paris, Londres e Colônia com a mezzo-soprano Angelika Kirschlager. Ainda nessa temporada, apresentou-se em concertos em Roterdã, Bruxelas, Lisboa, Barcelona, Veneza, Munique, Tóquio e Dusseldorf.

Em 2001-2002, apresentou-se em 35 cidades, incluindo Nova York, Tóquio, Florença, Milão, Munique, Paris, Berlim, Frankfurt, Genebra, Montpellier, Amsterdã, Copenhague, Aldeburgh e Londres.

Comissionado para redescobrir obras do primórdio do Barroco, Andrea Marcon tem dirigido a Venice Baroque Orchestra nas estréias modernas de L"Orione, de Francesco Cavalli, e de La Morte D"Adone e Il trionfo della poesia e della musica, de Benedetto Marcello. Com o Teatro La Fenice em Veneza, a Venice Baroque Orchestra apresentou 4 récitas lotadas de Siroe, de Haendel, em dezembro de 2000, seguida de igual sucesso de L"Olimpiade, de Cimarosa, em dezembro de 2001.

Em abril de 2004, apresentou nos Estados Unidos a estréia de Siroe no Brooklyn Academy of Music, em Nova York, encenada pelo aclamado diretor franco-argentino Jorge Lavelli. Ainda em 2004, a orquestra retornará para uma turnê pelos Estados Unidos, depois das apresentações de Siroe em Paris, Hamburgo e Metz. A temporada da orquestra para 2004-2005 estréia com a séries de concertos no primeiro Venice Music Festival.

Em outubro de 2003, gravou as sinfonias de Vivaldi, como o primeiro de um multi-álbum de um exclusivo contrato com a Deutsche Grammophon. Em 2004, a orquestra gravará a coleção de concertos italianos para violino com o violinista Giuliano Carmignola e os Motetos de Vivaldi com a soprano Simone Kermes.

A discografia da Venice Baroque Orchestra na Sony Classical inclui "As quarto estações" e dois álbuns de concertos de Vivaldi nunca gravados. Outras gravações incluem os concertos para violino de Locatelli e a série de árias de Bach com a mezzo-soprano Angelika Kirchschlager. Por essas gravações, a orquestra foi premiada com o Diaspason D"Or e Echo Awards.

Seus concertos já foram filmados pela BBC e NHK, e transmitidos pela RadioFrance, ORF, RAI Due, BBC3, National Public Radio e RadioTre.