c o u p e r i n - (c.1626-1661)

Louis Couperin nasceu em Chaumes-en-Brie (França) em c.1626. Filho de um comerciante, excelente organista amador, foi, sem dúvida, iniciado na música por seu pai. Uma vez, cerca de 1650, em companhia de seus irmãos François e Charles e de alguns amigos músicos, ofereceu ao ilustre Chambonnieres - que residia perto de Chaumes - um concerto ao alvorecer, no dia do seu aniversário. L.Couperin tinha composto a música.

O mestre ficou encantado, tanto que se ofereceu para levar L.Couperin para Paris para lhe arranjar emprego e o apresentar à corte. Em 1653, Chambonnieres conseguiu para ele um lugar de organista de Saint-Gervais, que iria ser ocupado pela família Couperin durante mais de um século e meio. L.Couperin foi também ordinário da música do rei. Morreu jovem, vítima de um mal desconhecido, em 29 de agosto de 1661.

Na sua música extraordinariamente "moderna" - cromatismos, modulações ousadas, função dramática do acorde de sétima diminuta, como em Mozart e Beethoven -, descobrimos um sentido dramático quase romântico, associado à uma predileção pelas velhas formas contrapontísticas - as ciacconas e passacaglias para instrumentos de tecla constituem o que de melhor tem a sua obra. Escreveu 3 sinfonias, 5 fantasias para 2 violas, numerosas peças para órgão e cravo - das quais chegaram aos nossos dias cerca de 150.