Rosenberg - (1892-1985)

Hilding Rosenberg nasceu em Bosjökloster, Skane (Suécia), em 21 de junho de 1892. Estudou composição com Ellberg e depois com Stenhammar, em Estocolmo, e aperfeiçoou-se em Dresden, Berlim, Viena e Paris. Foi, durante muitos anos, diretor de orquestra do teatro real de Estocolmo. Morreu em na capital sueca, em 19 de maio de 1985.

Este músico tradicionalista de notável mestria granjeou uma posição de primeiro plano da vida musical de seu país devido à sua obra considerável, à influência que exerceu sobre numerosos alunos e à sua ação em prol dos antigos mestres suecos (em especial Roman). Esta vocação de humanista que se baseia numa sólida cultura musical, revela-se nas formas clássicas de muitas de suas composições.

Escreveu 9 óperas (entre elas 4 óperas-oratórios que constituem a tetralogia Joseph och hans bröder, segundo Mann), 2 bailados, 4 oratórios, 6 sinfonias (entre elas, a n.º 4 - Johannes Uppenbarelse, verdadeiro oratório sobre uma adaptação do Apocalipse), concerto para vários instrumentos (violino, trompete, violoncelo, viola, etc.), 8 quartetos para cordas, uma suíte para piano e violino, 4 sonatas para piano, numerosas melodias.